segunda-feira, 12 de novembro de 2007

Risoto de escarola e tomate seco



Apesar de ser segunda-feira, a receita de hoje é um risoto de que gostei muito, principalmente porque foi feito pelo meu maridinho querido, que é muito talentoso na arte "risotística".

Na verdade, nós acabamos adaptando um pouco a receita, já que a idéia inicial era fazer o Risoto de tomate seco, rúcula e mussarela de búfala. Porém, como já comentei aqui no blog, na cidade em que moramos não é muito fácil encontrar alguns ingredientes mais sofisticados, como o pessoal daqui diria. E nunca encontramos mussarela de búfala por aqui, entre outras coisas.

Mas isso não foi um problema, já que lembrei que tinha um maço enorme de escarola recém-comprado na geladeira e aquela peça de mussarela pela metade. Pronto! Resolvido. E tínhamos um pacote de tomate seco (daqueles que só vêm desidratados, sem óleo) no armário.

Mãos à obra!


A base do risoto é sempre a mesma, por isso a receita é bem parecida com esta



Risoto de escarola e tomate seco
Ingredientes

2 colheres (sopa) de manteiga

1 cebola média picadinha

1 xíc. (chá) de arroz para risoto (arbório ou carnaroli)

1/2 xíc. (chá) de vinho branco seco

1 1/2 litro de líquido de caldo de legumes fervente (aproximadamente)

25 g de tomate seco (mais ou menos umas 6 metades, entendem?)

1/4 maço de escarola picada

50 g de queijo mussarela em pedaço, cortado em cubinhos

½ xíc. (chá) de queijo parmesão ralado

Modo de Preparo
1. Um pouco antes de iniciar o risoto, reidrate os tomates secos em um pouco do caldo que será usado para cozinhar o risoto por uns 10 minutos. Retire, junte o caldo à panela novamente e pique os tomates em tirinhas. Reserve.

2. Em uma panela média, aqueça 1 colher da manteiga e junte a cebola. Quando a cebola estiver começando a dourar, acrescente metade do tomate e cozinhe por 1 minuto.

3. Junte o arroz, misture bem, e deixe no fogo 2 minutos. Acrescente o vinho, mexa e deixe secar. Junte um pouquinho de sal e deixe evaporar o vinho.
4. Concha a concha e na medida em que o líquido for totalmente absorvido pelo arroz, adicione o caldo à panela, mexendo constantemente. Na metade do cozimento (mais ou menos 10 minutos depois) acrescente o restante dos tomates. Deixe o risoto no fogo até que o arroz esteja cozido, mas al dente.
5. Desligue o fogo, acrescente a mussarela e a escarola e restante de manteiga, misture bem e junte o parmesão. Sirva imediatamente.

Bom apetite!!


*Pimpe, seu risoto é uma delícia porque você faz com amor. E é esse o melhor ingrediente para cozinhar. Amo você!!!

7 comentários:

Laurinha disse...

Delicioso, e com o tempero especial, mais ainda! Parabéns!
Beijinhos,

Goretti disse...

Está com um aspecto delicioso!

Eliana Scaramal disse...

Me aguarde pois esse vai brilhar por aqui em breve. Delícia!! :)

Sheila disse...

Ju,
com certeza vai brilhar na minha cozinha tbm, rsrs

bjão =)

Iáscara disse...

Ai, to tão sensível que meu olho encheu de lágrima! que coisa mais linda...
Em 3 anos e meio de namoro Felipe só fez 1 jantar pra mim, ele jura até hj que foi ele quem fez, mas a empregada me confessou que deixou tudo pronto no forno! kkkkkkk
Miga, me tira uma dúvida, qual a diferença da escarola pra chicória?
Eu aqui na 'capitar' num acho essa tal de escarola? acredita? Só a pizzaria consegue comprar essa verdura! kkkk

Juliana disse...

Laurinha, esse tempero é o melhor, né?

Goretti, obrigada. Também gostei muito.

Eliana e Sheila, adoraria vê-lo na cozinha de vocês!

Amiga, escarola e chicória são a mesma coisa. É que em restaurante eles devem achar feio falar chicória...hehehehe

Iáscara disse...

Meu Deus!! Num acredito!!! E eu aqui pensando que nunca tinha comido escarola!! kkkkk