terça-feira, 11 de dezembro de 2007

Comida emocional

Antes de tudo, quero agradecer os comentários de incentivo e elogios para o meu primeiro pão e, contar que já fiz mais umas quatro vezes e até já testei mais uma receita, que em breve posto aqui. :)))

Mas para falar sobre o assunto do post, fim de semana passado fomos visitar a família e, como toda vez, minha mãe liga uns dias antes e pergunta o que queremos comer (ai, que coisa mais chata e difícil..hehe), só que confesso que algumas vezes não consigo pensar em nada e o que tiver vai me satisfazer, já que lá todos cozinham - e muito bem!

Acontece que dessa vez foi diferente. Passei a última semana antes de ir bem sensível, chorava por pouca coisa e estava sentindo uma saudade bem doída da minha família. E da comida, né? Porque não sou tão mocinha assim! Então nem esperei a ligação da minha mãe e adiantei o expediente: -Mãe, você e o papai podem fazer umas comidinhas que eu tô com vontade? (Se falasse desejo ela podia pensar que eu estava grávida e arrumei um jeito de contar hehe)

A partir daí pedi o delicioso arroz com lentilha que ela faz, com costelinha de porco defumada e cebolas em fatias e me acabei no almoço de sábado.

Aí chegou a vez do meu pai, fui mais direta e pedi qualquer receita do Luis Cintra da época em que assistíamos juntos os programas na Rece Mulher. O que ele fizesse estaria aprovado.
Assim foi. De entrada fez a Hot Oriental Salad, uma salada servida quente (dâr!) de frutos do mar com um molho delicioso à base de shoyu e gengibre sobre uma cama de repolho (ou outro verde) bem fininho.


O prato principal foi uma salmão grelhado (eu AMO salmão) com uma redução de balsâmico e purê de batatas p/ acompanhar.

Resumindo, reabasteci minhas emoções e pude sentir o amor da minha família mais próximo (e claro que a mami preparou umas marmitinhas congeladas so salmão que sobrou...)
E o amigo secreto, hein?

7 comentários:

Eliana Scaramal disse...

Aí que delícia!! Quanto carinho e capricho!

Marizé disse...

Que banquete!

Fiquei com vontade de provar tudo.

Beijocas

Laurinha disse...

Carinho e papá de casa, nada melhor! Aquece coração e barriquinha!
Beijinhos,

Rosane Vargas disse...

Juliana, é minha primeira visita, mas certamente virei aqui com freqüência. De cara, percebi que temos algumas coisas em comum: gosto pelo risoto, pelo salmão e pela Água Doce (gosto muito da de Porto Alegre). Estou saindo para o almoço e deu uma vontade de comer salmão...
bjs.
Rosane Vargas
www.batuque-nacozinha.blogspot.com

COZINHAR COM OS ANJOS disse...

Comidinha da mãmã,e papá...que bom...beijinhos doces

Smas disse...

Que bom!
O miminho envolvido na comida ainda é o melhor!
Bjs

Iáscara disse...

Caramba! Não sabia que seu pai também era craque na cozinha!! Poxa... quando estiver em Londrina, me convidarei pro almoço! kkkkkkkk
Ah... sabe o q lembrei? Do seu lanchinho de escola, pão com alface e tomate!! Era tão lindinho! E eu com o pão "papel higienico"...
Beijos!