quarta-feira, 7 de novembro de 2007

Arroz de forno da Dinda


Adoro comida prática, que não tome um tempo enorme na cozinha e que produza um grande efeito. Pois esse arroz de forno é assim. Foi a Iáscara, minha amiga querida de muitos anos (e que mora muito longe de mim....snif) e agora também minha madrinha, que me passou a receita. Na verdade, nem tem receita exata, ela foi me passando (por MSN hehehe) os ingredientes e como fazer. Eu adaptei algumas coisas e dei meu toque pessoal. Adorei! O maridinho comeu e até fez hummmmm...

Coloquei aqui as quantidades baseadas no que eu fiz. Me corrija se faltou alguma coisa.

Ah, se você souber a fonte da receita, me passe por favor.

Obrigada!

Arroz de forno da Dinda (p/ 2 pessoas)

Refogue 250g de carne moída magra até perder a cor vermelha e secar bem. Reserve.

Na mesma panela da carne, aqueça 1 colher (sopa) de óleo e refogue 3 dentes de alho e 1/2 cebola bem picadinhos. Acrescente 2 tomates sem pele e sem sementes picados e cozinhe por alguns minutos. Junte a carne reservada, tampe a panela e deixe cozinhar mais um pouco.

Tempere com sal e pimenta. (Eu usei uma pitada de canela em pó e achei que deu um sabor muito bom!).

Agora vem o tcham! Corte em fatias 2 bananas nanicas firmes no sentido do comprimento e frite com um pouquinho de manteiga até ganharem um tom dourado. Reserve.

Faça um arroz branco como de costume ou use aquele que você fez ontem e está lá na geladeira abandonado e sem perspectiva de vida (hehehe). Eu usei 1 xícara de arroz cru.

Feito isso, é hora de montar. Eu coloquei uma camada de arroz no fundo, uma do refogado de carne moída, algumas folhas de espinafre que eu tinha na geladeira implorando para serem usadas, outra com as bananas, o restante da carne moída e a outra parte do arroz por cima.

Como usei 1/2 cebola, a outra metade cortei em fatias e fritei até ficarem douradinhas também. Fica bonito e uma delícia!

Polvilhei um pouco de parmesão ralado e levei ao forno para gratinar.


Bom apetite!

7 comentários:

Iáscara disse...

Jujuuuuuuuuuuuuuu! que lindooooooooooo!!
Olha, devo dizer que fiquei com água na boca!!!! Arroz com banana e carne moída é uma delícia!!!
Eu estava achando que vc ia fazer aquele arroz com cebola caramelada, tava até achando estranho! kkkk Depois que lembrei que era o arroz com banana e carne moída. A única diferença é que eu normalmente coloco vagem refogada! A receita é da minha mãe! kkkk!!! não sei se ela tirou de algum lugar...
Aproveitando... vou passar a receita do outro arroz, o com cebola caramelada.

Iáscara disse...

ARROZ COM CEBOLA CARAMELADA
Corte 4 ou 5 cebolas grandes em fatias largas, frite no azeite e manteiga até ficarem bem, bem escuras. (acho que leva meia hora). Tem que ficar bem escura, pois com isso ela fica meio adocidada (caramelada). Enquanto a cebola frita, coloque numa panela a água e o arroz e caldo de galinha, tampe e deixe cozinhar. Na receita diz para colocar paus de canela, eu coloquei um bem pequeno, se não fica muito forte e tem quem não goste. Vou ficar devendo as medidas de arroz e água, depois eu escrevo, tenho que pegar a receita em casa.
Cebola frita e arroz pronto, separe um pouco da cebola para decorar e o resto misture com o arroz. Coloque numa forma com buraco no meio, pressione e desenforme, enfeite com a cebola. Fica MA-RA-VI-LHO-SO! Acompanha muito bem aquele filé recheado com banana e celolinha, super facil tb! A receita desse fica pra mais tarde! kkkk
Beijos da dinda!!! E muitas saudades!!

Iáscara disse...

ah... esse arroz com cebola caramelada é da revista Cláudia Comida e Bebida, não lembro de que mes...

Juliana disse...

Obrigada, amiga!!!
Eu não usei a vagem pq não somos muito fãs dela, mas experimenta com o espinafre, dá um sabor bem exótico.

pipoka disse...

adorei estas duas receitas de arroz, mas a minha preferência vai para o que tem banana...5 estrelas!

Laurinha disse...

Hummmmmmmm, delícia mesmo, ainda estou no café da manhã, mas já anotando ao almoço...
Beijinhos,

Juliana disse...

Pipoca, eu também adoro arroz com banana, a mistura me agrada muito!

Laurinha, quando fiz em casa foi muito prático e agradou o maridinho como nunca!