quarta-feira, 24 de setembro de 2008

Manezinho Araújo


Manoel Pereira de Araújo, pernambucano, era cantor e compositor e conhecido como o rei da embolada. Compôs a música "Dezessete e Setecentos", gravada por Luiz Gonzaga. Foi soldado e viveu na Bahia e no Rio de Janeiro, onde montou com sua esposa um restaurante de comida baiana. Segundo pesquisas na net, ele foi o criador da receita, uma sobremesa simples que agrada muitos paladares.
Leia mais sobre Manezinho Araújo aqui e aqui.
Eu estava com algumas bananas pedindo socorro e fui procurar uma receita para usá-las. Inicialmente faria um bolo, mas me lembrei dessa sobremesa que minha mãe fazia com uma certa frequenciae que há muito não comia. Liguei para mami, mas ela não encontrou a receita, então tive que fuçar na net. Encontrei várias opções e acabei pegando uma parte de cada uma para fazer ao gosto da "freguesia" de casa e usar os ingredientes que tinha aqui.
Apresento a minha versão para o Manezinho Araújo:
MANEZINHO ARAÚJO

CALDA
Ingredientes:
5 colheres (sopa) de açúcar
1 pau de canela
Casquinha de ½ laranja e ½ limão
1 xícara (chá) de água
5 bananas nanicas cortadas em rodelas

Modo de fazer:
Leve ao fogo o açúcar com a água, a canela e as casquinhas. Deixe ferver até formar uma calda em ponto de fio. Acrescente as bananas e deixe cozinhar até que amoleçam um pouco. Despeje no fundo da travessa em que for montar a sobremesa e reserve.

CREME
Ingredientes:
2 gemas peneiradas
1 lata de leite condensado
2 colheres (sopa) de amido de milho
400 ml de leite

Modo de fazer:
Dissolva o amido de milho em um pouco de leite frio e misture aos demais ingredientes. Leve ao fogo até engrossar, mexendo sempre. Espere esfriar um pouco e despeje sobre o doce de bananas.

SUSPIRO
Ingredientes:
3 claras
6 colheres (sopa) de açúcar

Modo de fazer:
Bata as claras em neve a adicione o açúcar até formar o suspiro.
Coloque o suspiro às colheradas por cima do creme já frio, formando uns picos. Leve ao forno para dourar o suspiro e mantenha em geladeira até o momento de servir.

4 comentários:

Nana disse...

Juliana,

adorei a receita!
Sempre leio mas nunca comi, preciso qualquer dia experimentar.
Bjs

Téia disse...

Faço uma parecida, só que na banana não leva as casquinhas e por cima não leva suspiro e sim chantily. Nunca vi, é uma receita que faz muuiiito sucesso, os amigos vivem pedindo para eu fazer. Não sabia que tinha este nome. A sua tá linda, e deliciosa com certeza. Bj ju.

risonha disse...

que sobremesa linda e com aspecto requintado.
adorei e já tomei nota da receita.

cris amaral disse...

Olá! Vi a receita do tal manoelzinho araujo e sabe de uma coisa, aqui em casa sempre fizemos esse doce, quer dizer, minha mãe sempre faz pois meus primos pedem sempre, e é um tal de fazer doce de banana, bater suspiro, fazer creme levar ao forno, nossa dá trabalho mas depois não sobra nada e todos adoram.... eu achava que ninguém conhecia esse doce.... é tão antigo ....mas bom que só!