segunda-feira, 17 de março de 2008

Estrogofone especial

Eu sei que todo mundo tem uma receita de estrogonofe, que sabe fazer e até que já enjoou do pobre clássico, mas esse é um dos meus pratos preferidos de comer e de fazer. E foi minha mãe quem me ensinou desser jeito
O título diz especial porque foi feito a quatro mãos e com ingredientes show, digamos assim.
Como já disse, o marido tá querendo aprender a cozinhar e ajudá-lo nessa tarefa tem sido extremamante prazeroso pra mim, já que acredito que cozinha e amor tem tudo a ver.
Então, pegamos uns 500g de filé mignon, cortamos em tirinhas (eu gosto de tirinhas meio gordinhas, pra poder entir o sabor na hora de comer) e levamos a uma panela com um pouco de manteiga para dourar. O importante é não temperar antes e deixar apenas que doure, para não ficar dura. Retiramos a carninha, temperamos com sal e pimenta e salpicamos um pouquinho de farinha de trigo por cima para encorpar um pouco o molho (não se preocupe, não vai ficar com gosto de farinha). Reservamos.
Na mesma panela, colocamos mais um pouco de manteiga e refogamos uma cebola média bem picadinha até murchar. Aí acrescentamos mais ou menos 1 xícara (chá) de molho de tomate de verdade (fiz o molho com tomates bem maduros, etc.. faço um post com ele em breve), refogamos ligeiramente e temperamos com uma mistura de catchup, mostarda (a nossa era Dijon, que chique!!hehe)e molho inglês. A quantidade varia com a quantidade de carne, acho que usamos 1 colher (sopa) de cada um, mas sempre experimento pra corrigir o sal e os outros temperos.
Depois de apurado um pouco o molho, colocamos um tanto de cogumelos Paris frescos fatiados meio grossos que tínhamos trazido de Londrina (Já disse que aqui não existem essas coisas, né? Se eu pedir cogumelo fresco em algum supermercado vou receber uma careta...).
Enfim, quando os cogumelos estavam macios, voltamos o filé reservado à panela e flambamos* com conhaque, que eu acho o máximo ver a chama na panela e acho que dá um sabor especial.
E pra finalizar, o creme de leite fresco, aquecemos mais um pouquinho, verificamos o arroz e... Vamos comer que eu não vejo a hora de provar!!!
E sabe que ficou bom!! Bom, não, delicioso!

*Flambar é finalizar uma receita através da eliminação do álcool de uma bebida, fazendo arder diretamente. Umedecer o alimento, tanto doce quanto salgado, com bebida alcoólica e colocar fogo.
(Fonte: Dicionário de Culinária Cyber Cook)

6 comentários:

Receitas da Filipa disse...

Adoro strogonoff e feito desta maneira deve ser uma delícia. Adorei a ideia de flamejar a carne, deve ficar muito bom mesmo.

Beijinhos

Marizé disse...

Stogonof é muito bom!
Faço de maneira um pouco diferente, mas tb não dispenso o conhaque para flambar.

Beijocas

Eliana Scaramal disse...

Todos podem até saber fazer, mas o que acho legal é que cada um tem uma maneira especial de executar a receita e dá próxima vez vou fazer igualzinha sua, a foto está demais!

Silvia Arruda disse...

Estrogonofe é sempre uma boa pedida. E qto mais receitas diferentes para a gente testar, melhor!! :)

Fabi disse...

Eu tb adoro estrogonofe e fico buscando um jeito diferente de fazer! Vou tentar do seu jeito! Beijos

Juliana disse...

Filipa, experimente flambar, você vai adorar o sabor e a beleza!

Marizé, adoraria conhecer o seu estrogonofe!

Obrigada, Lica! Espero que você goste!

Silvia, concordo cm você. Gosto muito de conhecer novos jeitos de praparar um prato.

Fabi, vá em frente! E poste o seu estrogonofe no seu blog p/ a gente conhecer!

Beijinhos